Amor e Sabor na Cozinha do Travoletta

Massas produzidas pelo próprio restaurante, temperos frescos e técnica sousvide de preparo lento das carnes conferem personalidade aos pratos

 

Os pratos servidos no Travoletta tem uma proposta especial: o pré-preparo primoroso dos seus componentes e as matérias primas cuidadosamente selecionadas. Todas as massas são preparadas pela Casa e as carnes pela técnica Sousvide, conferindo sabor e qualidade.
 

Belos e deliciosos, os pratos estão no centro da proposta do Travoleta, que completa a experiência sensorial dos clientes ao harmonizar bons vinhos. Soma-se tudo isso a um ambiente romântico e encantador, que proporciona aconchego e conforto. Com o frio das montanhas tudo fica ainda mais charmoso!
 

Quem comanda a cozinha é a jovem Laís Caliman, que descobriu sua afinidade com a gastronomia ainda na cozinha da mãe. Ela se deixava seduzir pela comida simples e muito saborosa servida todos os dias. A resposta estava no amor e nos temperos do quintal usados nos preparos das refeições.
 

Ao longo dos anos Laís se dedicou em descobrir novos sabores e técnicas consideradas clássicas na gastronomia mundial. “Fiquei mais atenta ao tempo de cocção, às peculiaridades do tempero, à coloração, à textura e principalmente ao equilíbrio entre os sabores da acidez, doçura, amargor e a delicadeza do sal que não podem faltar na criação dos meus pratos. É como pintar um quadro, porém, no lugar das cores são os sabores que se harmonizam”.
 

Uma das características do Travoletta é se inspirar em pessoas e histórias ao elaborar seu Menu. Exemplo disso são pratos como o delicioso Estévia Amaglia, uma cozinheira, que contempla sabores de várias regionalidades em um único prato; Nonna Beata, uma vovó, querida que ama cozinhar, Segredos de Olivia, inspirado em uma história em quadrinhos, e Lord Bernard, que surgiu a partir de um amigo produtor de Socol.
 

Hoje o Restaurante está com uma campanha muito legal chamada de “Desafio da Chef” onde, seus clientes descrevem seus ingredientes prediletos e Laís Caliman seleciona a sugestão de um desses clientes para desenvolver um novo prato. A proposta é utilizar os ingredientes sugeridos e fazer uma brincadeira com o nome do cliente para coloca-lo no Cardápio. Esta campanha está sendo impulsionada em suas redes sociais e pelo Site: www.travoletta.com.br.
Identidade.

Em busca de oferecer pratos cada vez mais saborosos e também de construir a identidade gastronômica do Travoletta, a cozinha passou a produzir as próprias massas. Laís é apaixonada por massas e se dedicou para criar um padrão Travoletta. “Usamos o Trigo 00 italiano e farinhas de Sêmola grano duro. Já testamos várias receitas e vários processos até construir as receitas de massa da casa. Atualmente estão no nosso cardápio: espaguete, nhoque, talharim
e tagliatelli”.

 

Além das deliciosas massas, temperadas com diferentes molhos e ervas, chegam aos pratos deliciosas carnes. Suculentas, macias e saborosas, as carnes são semipreparadas com a técnica sousvide, que é uma termocirculadora que controla temperatura da água e o tempo de cozimento. A característica dessa técnica é um preparo lento, por horas ou mesmo dias de cocção da carne garantindo cor, sabor, textura e suculência.
 

Um das especialidades da casa, o pernil de cordeiro, por exemplo, leva 48 horas para cozinhar. O resultado é uma carne extremamente macia, suculenta envolvida com o sabor da marinada. A partir desta carne, a cozinha pode preparar deliciosos ragus, recheios de ravióli ou servir a peça inteira.
 

As técnicas adotadas na cozinha bem como a produção caseira das massas também vieram para trazer agilidade na cozinha nos horários de pico. “Temos também os clientes transeuntes da rodovia que precisam de um prato mais rápido para se alimentar e seguir viagem.


Conseguimos reduzir o tempo entre o pedido e a entrega, aumentando a qualidade. “A delicadeza da massa permite um cozimento rápido. É que o tempo gasto no pré-preparo dos ingredientes resulta na facilidade da finalização enquanto o cliente espera. O pré-preparo, sim, exige muito tempo.” Diz Laís.
 

Na verdade, os pratos demandam muita dedicação e boas escolhas. A horta da casa da família dos pais de Laís fornecem temperos e variadas frutas e legumes frescos e orgânicos. O agroturismo, a agroindústria e a agricultura locais também são fieis fontes de matéria-prima.
 

E o prato que mais sai na Casa é o Lord Bernard, criado em homenagem a um amigo, pois tem nos ingredientes o socol macerado produzido pela Família Lorenção, de Venda Nova. Trata-se de um risoto que levou mais de um mês de teste para chegar à receita que ainda leva em sua composição ingredientes principais whisky, limão siciliano, e um queijo de 12 meses de cura.


“Valorizamos os produtos e os produtores de nossa região”, sentencia Laís, que está estudando um prato bater o Lord Bernard na preferência do público. “Quem sabe não poderá ser com o seu? Entre no site e participe do Desafio da Chef”.

Raoni Perim, criador do Travoletta, e esposo de Laís, sempre acompanha os experimentos e não tem pressa para finalizar as criações da cozinha. Ele sempre tem boas ideias, pois considera cozinhar uma arte”, descreve Laís. Raoni morou por um período na Itália, tendo lá grandes experiências gastronômicas, uma vez que trabalhou no tradicional restaurante Alla Bote, na província de Treviso. A influência reforçou o seu prazer pela comida, encorajando-o a abrir o
restaurante quando retornou para o Brasil.


Para harmonizar os vinhos com as massas, risotos, carnes, frutos do mar, os pratos a base de bacalhau e muitas outras criações, o Travoletta conta com Taynara, a somellier da casa. Ela orienta os clientes, sugerindo o vinho que melhor combina com o prato pedido, completando a experiência sensorial em alto nível.
 

O casal trabalha com uma equipe maravilhosa, como gosta sempre de afirmar. A sintonia é fina como os jardineiros, que zelam pela beleza externa do espaço, assim como as atendentes, que são sempre atenciosas, receptivas e atentas aos clientes. A mesma harmonia é presente no coração do restaurante, onde atuam as cozinheiras que, com todo carinho, elaboram e participam da criação de novos pratos junto com Laís Caliman.

 

Laís Caliman e Raoni Caliman Perim levaram a parceria da vida para a profissional e mantêm um empreendimento charmoso e cheio de ofertas culinárias. O casal gosta de pratos exóticos, cria, testa, faz uma alquimia com os ingredientes.


A gastronomia entrou cedo de forma natural na vida de Laís Caliman. Seus pais sempre trabalharam com agricultura e ela acompanhou na origem a produção de alimentos. As carnes consumidas também eram de animais criados, abatidos e preparados pela família, que também sempre manteve uma horta praticamente na porta da cozinha. Para se aprimorar, ela faz cursos e lê bastante livros direcionados à área de preparos de caldos, massas, carnes, aves, antepastos, sobremesas. “Aprendo também a cada nova criação e elaboração dos pratos, formando novas combinações e conceitos. Quero estar sempre me atualizando nas novas tendências que a área gastronômica nos oferece, ao mesmo tempo que preservo minha essência.”

 

O Travoletta
Inaugurado em dezembro de 2013, o Restaurante Travoletta surgiu com a proposta de resgatar a culinária das famílias de imigrantes italianos “Estamos falando dos nossos nonnos. Apresentamos pratos com ingredientes e propostas ligados à nossa cultura de maneira contemporânea e com requinte. Recriando texturas, realçando sabores e intensificando
aromas, assim as lembranças da infância ficam bem presentes no cardápio”, diz Raoni, que é um grande apreciador da culinária.

 

Com identidade Ítalo-Brasileira o cardápio, com pratos autênticos, é composto por massas produzidas no próprio restaurante, deliciosos risotos, grelhados, peixes, saladas com folhas hidropônicas, opções de pratos com baixo carboidrato, sem glúten, sem lactose, pratos para vegetarianos e outras restrições alimentares.
Como está localizado às margens da BR 262, o Travoletta também trabalha com opções de executivos, que são pratos do dia a dia, mas bem elaborados, e com preços mais acessíveis.


Cervejas e uma carta de vinhos bem elaborada, com bastante variedade, estão à disposição da clientela que aprecia uma boa bebida. Uma das atendentes está se formando em sommellier para melhor harmonizar os pratos aos vinhos.
Ao chegar ao restaurante, o cliente se depara com uma arquitetura italiana contemporânea, aconchegante e romântica. Tem um cantinho para crianças, linda paisagem para fazer fotografias e descansar nas redes ao ar livre, após as refeições.


O restaurante está sempre fazendo atualizações, postando novidades, e promoções em sua página do Face e do Instagram. Atualmente mantém a promoção “Surpreenda: pague 1 e leve 2”, a regulamentação está na página do Face.

Cardápio: entradas, caldos, risotos, massas e grelhados são pratos que aliam o fino preparo de receitas com ingredientes típicos da região. Temos ainda uma excelente carta de vinhos, pratos infantis e sobremesas inesquecíveis.

 

O restaurante funciona todos os dias de 11 às 16 horas servindo almoço, e sextas e sábados também com jantar, a partir das 19h30 às 22 horas.